Intercambistas estrangeiros (inbounds) do Distrito 4500 Aprendem numa iniciativa inédita a linguagem brasileira de sinais - LIBRAS e conversam com jovens surdos.

Postado em: 16 de Janeiro de 2019

Durante o período de dois meses, esta iniciativa teve um grande impacto em todos. Percebi que os intercambistas que estávamos hospedando tinham o desafio extra de não apenas aprender o português,  mas também uma forma de comunicação completamente diferente, a linguagem de sinais. Eles se tornaram mais sensíveis às circunstâncias dos jovens alunos surdos. 

Os alunos surdos brasileiros nunca tiveram a oportunidade de conhecer estudantes de outras partes do mundo. Ambos os grupos aprenderam muito sobre o outro e sobre inclusão. Durante esse período de dois meses, estudantes de intercâmbio, estudantes surdos, rotarianos e funcionários da escola estavam todos falando a mesma língua - um de tolerância, respeito e amor.

Essa iniciativa pioneira foi publicada no blog oficial do Rotary International - Rotary Voices. Vejam no link https://blog.rotary.org/2019/01/15/learning-a-common-language-of-respect/

Fotos

Localizar site dos clubes